IMPACTO AMBIENTAL NAS OBRAS PÚBLICAS

O desenvolvimento de boas práticas ambientais, traduz-se em benefícios para a empresa, para o ambiente e para a sociedade em geral. Além de reduzir custos, melhora a imagem das empresas na sociedade.

Quando queremos reduzir os impactos que as atividades das empresas produzem no meio ambiente, geralmente a primeira coisa que consideramos é a substituição de materiais, a modificação de equipamentos e o design de novos produtos.

O objectivo de muitas empresas dedicadas à construção de obras públicas, obras de construção civil, movimentação de terras, escavações, construção de rodovias e estradas é garantir que as atividades realizadas produzam o menor impacto possível no ambiente, melhorando assim a imagem social da empresa perante a opinião pública, clientes, trabalhadores e fornecedores.

O Desenvolvimento Sustentável procura alcançar um desenvolvimento económico, social e ambiental equilibrado, permitindo que as gerações futuras possam desfrutar de um ambiente natural, igual ou melhor preservado tal como nós o encontrámos. Para o setor da construção, a minimização das consequências negativas das suas atividades deve ser uma prioridade, a fim de melhorar a sua competitividade, imagem e qualidade dos seus serviços.

As novas práticas de construção sustentável devem minimizar o impacto ambiental o mais possível, controlar a produção de resíduos, prevenir a poluição e utilizar eficazmente os recursos naturais, bem como os aspectos socioeconómicos e culturais. É a forma como a indústria da construção deve agir para alcançar os objetivos do desenvolvimento sustentável.

O conceito de " infraestruturas " é muito amplo e, consequentemente, muito ambíguo, como o evidencia a definição da Real Academia da Língua: "um conjunto de elementos ou serviços que são considerados necessários para a criação e funcionamento de uma organização específica". Por esta razão, é necessário delimitar previamente o significado ou o alcance do termo no âmbito da avaliação do impacto ambiental.

Os critérios ambientais que são incorporados sucessivamente ao longo do processo de planeamento de uma infraestrutura, até à sua execução são:

- Avaliação ambiental do plano, para determinar a sua viabilidade ambiental.

- Avaliação do impacto ambiental do projeto. 22 Avaliação do impacto ambiental das infraestruturas. Redação e processamento de documentos

- Definição e projeto de medidas de proteção ambiental e correção dos efeitos ambientais no projeto de construção.

- Implementação do programa de monitoramento ambiental na obra, no momento da execução do projeto.

As boas práticas ambientais não devem basear-se tanto nas alterações e/ou melhoramentos das tecnologias ou infraestruturas, mas sim no melhoramento dos hábitos de trabalho, o que significa que o componente pessoal e de sensibilização é fundamental para a sua implementação.

Uma boa gestão ambiental é o resultado de uma adequada qualificação, formação e sensibilização dos trabalhadores.