COMO AS BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS AFETAM NA CONSTRUÇÃO?

Uma boa gestão ambiental é o resultado da qualificação, treinamento e conscientização apropriados dos trabalhadores. Os impactos ambientais de qualquer atividade produtiva podem ter efeitos negativos em:

 

Fauna e flora

A alteração dos ecossistemas é o impacto mais negativo na fauna e na flora. Portanto, é aconselhável tomar precauções para evitar a modificação de locais que não sejam estritamente necessários.

Algumas medidas que podem ser adaptadas são:

-Realizar projetos de restauração e revegetação da paisagem.

-O uso de espécies nativas ou crescimento natural na área pode ajudar a reduzir a manutenção.

-Restringir a área de circulação, estabelecendo áreas de trabalho e evitando movimentos desnecessários de máquinas e pessoal

-Modere a velocidade da circulação.

- Identifique a vegetação existente antes de eliminá-la.

- Proteja as formações vegetais mais valiosas e evite o envolvimento desnecessário das árvores.

-Instalação de recintos de proteção do tipo caça ou sinais de dissuasão para impedir a passagem de animais e, portanto, abusos, pontos de referência ou refletores.

 

O chão:

O solo é um recurso finito, que requer cuidado e conservação. É necessário que as precauções no uso da terra como recurso sejam extremas, favorecendo a restauração, sempre que possível, e evitando perdas e contaminação.

Algumas medidas que podem ser adaptadas são:

-Restrinja a zona de circulação, estabelecendo zonas de trabalho e evitando movimentos desnecessários de máquinas e pessoal.

-Gerencie adequadamente os restos de concreto, cimento ... para evitar ocupações permanentes do solo.

- Uso de produtos absorventes, oleofílicos, para a coleta de derramamentos de combustível, óleo ... que serão gerenciados como resíduos perigosos.

- Realizar a limpeza de veículos e máquinas nas áreas habilitadas para esse fim.

- Restauração de áreas danificadas pela contaminação do solo.

- Plantações de arbustos, efeito positivo, melhoram as características físico-químicas do solo e evitam a erosão.

 

A água:

O uso racional da água é uma prática elementar e simples de aplicar. Não se trata de poupar o seu consumo, mas de consumir estritamente a quantidade necessária.

Algumas medidas que podem ser adaptadas são:

- Mantenha os tanques de água, as cisternas em boas condições ... para evitar vazamentos.

-Corrija qualquer problema ou falha que envolva perda de água.

- Identifique em cada atividade o consumo de água para detectar possíveis desvios.

- Monitoramento do consumo de água, tentando ajustá-lo às necessidades

- Estabeleça metas de economia.

- Quando possível, devem ser estabelecidas instruções de limpeza que minimizem o consumo de água e detergentes, tanto na limpeza de veículos quanto em máquinas e nas instalações.

- Lavagem de veículos e máquinas.

- Instale sistemas de economia de água.

 

A energia:

O impacto associado é identificado com o aquecimento global e a conseqüente mudança climática, causada pelo aumento das emissões de gases de efeito estufa pelo consumo de combustíveis fósseis.

-Eficiência na adaptação de veículos e máquinas a empregos.

-Em perfeito estado de manutenção e ajuste para evitar consumo desnecessário de combustível e lubrificantes.

- Mantenha as rodas devidamente inchadas

Condução eficiente.

-Não deixe o motor funcionando.